IluminaçãoIluminação residencial

O que é temperatura de cor de uma lâmpada e como escolher?

Temperatura de cor trata-se da aparência de cor da luz emitida pela lâmpada – ou outra fonte de iluminação. Quanto mais alta é a temperatura de cor na escala, mais azulado é o tom da luz. Logo, quanto mais baixa a temperatura, mais amarelada é a luz da lâmpada.

Conhecida também como TC, esse “medidor” é bastante importante porque diz respeito à fidelidade das cores deum ambiente – ou de um objeto – quando iluminado. Usando um exemplo simples e cotidiano, a luz do sol varia bastante de temperatura de cor ao longo do dia. Do amanhecer até o pôr-do-sol, vemos muitos tons de “amarelo” e “laranja”, por exemplo, para explicar de forma simplificada.

Na escala Kelvin, que é a escala usada nestes casos, as tonalidades do sol pela manhã variam entre 1000K e 2000K. Já durante a tarde, gira em torno de 5000K e 7000K. No caso de um dia ensolarado normal, é muito fácil perceber que as mudanças ao longo do dia são suaves e lentas, certo? Logo, essas mudanças são bastante agradáveis. Em outros casos, por exemplo, talvez as mudanças fossem bruscas, tanto de cor como de intensidade. Não importa muito se você está buscando a iluminação ideal para a sua casa, a luz certa para o seu home office ou a iluminação para a sua indústria, você precisa atentar para a temperatura de cor para o conforto e produtividade do ambiente.

Agora quer ver só como as tonalidades variam nas lâmpadas?

Iluminação e tipos de temperatura de cor

Quando falamos de iluminação elétrica, temos que considerar a cor real de um objeto e também a sua aparência diante deuma fonte de luz qualquer. Ou seja, a nossa percepção da cor pode variar bastante – indo de 0 a 100 – dependendo da luz e da cor do objeto. É bastante comum ouvir entre arquitetos, por exemplo, que “sem luz não há cor”. E isso é verdade, porque é o tipo de lâmpada que permite perceber a cor de um objeto – seja ela “real” ou não.

A luz natural é, portanto, a “perfeita” quando tratamos dessa averiguação. Isso quer dizer que determinados ambientes devem usar lâmpadas que se aproximam ao máximo das características da luz natural – que nessa escala que apresentamos representa o número 100.

Sabia que o olho humano é naturalmente adaptado ao nível 100? E é a luz natural que nos dá a percepção correta das cores de um objeto. Mas não é tão simples assim na hora de escolher a lâmpada “correta”, porque se fosse, a lâmpada incandescente seria sempre a mais adequada.

Só que não. Além de haver outros parâmetros para essa medição – a TC é apenas uma – é preciso levar em conta, também, as cores do ambiente, que podem ser “frias” ou “quentes”. No caso das cores frias, as lâmpadas fluorescentes são as mais adequadas. E as lâmpadas incandescentes e halógenas privilegiam as cores mais quentes, como o vermelho e o laranja.

Trocando em miúdos, as lâmpadas fluorescentes fornecem energia maior do que as lâmpadas incandescentes, mas sua escolha deve ser determinada pelo lugar ou objeto que deseja iluminar – além das cores que estarão em volta.

Três tipos básicos de temperatura de cor

Na prática, quando vamos falar sobre as temperaturas de cor, sempre nos referimos nãos aos lumens medidos em K, mas sim ao sensação da cor da luz. Abaixo os três tipos básicos. Como vamos ver abaixo, podemos medir da forma mais adequada e atribuir diversas faixas de cor à cada tipo de ambiente de acordo a sua finalidade.

Luz quente

Chamado também de warm white. Até 3000K, é aconchegante, perfeita para atividades de relaxamento, como leitura, um bom papo com amigos tomando um vinho e até para assistir a um filme a dois. A luz quente é bastante usada em quartos, salas, áreas de lazer, recepções, jardins e lounges. Em estações como a primavera e o verão, as luzes quentes ganham ainda mais destaque, porque criam um “clima”.

Luz neutra

Entre 3000K a 5000K, a luz neutra é indicada para cozinhas, banheiros, lavanderias, escritórios ou ambientes para atividades com níveis moderados de atenção, tipo sala de jogos.

Luz fria

Chamada também de cool white. Acima de 5000K, é ideal para indústrias, clínicas, hospitais, drogarias, espaços corporativos. Isso acontece porque nesses locais são executadas tarefas que precisam de muito mais atenção.

Temperaturas de cor das lâmpadas

Além do tipo de lâmpada em si, o uso da temperatura Kelvin também pode ajudá-lo a determinar qual luminária é ideal para cada cômodo.

Se você precisa de uma fonte de luz ambiente ou uma para iluminação de tarefas altamente focada, lembre-se das seguintes faixas de Kelvin:

  • Menos de 2000K: emite um brilho fraco de luz, semelhante ao que você pode encontrar à luz de velas; melhor para áreas com pouca luz onde a iluminação ambiente é bem-vinda
  • 2000K-3000K: emite um brilho branco suave, muitas vezes de aparência amarela; melhor para salas de estar, salas de jantar, quartos e espaços ao ar livre
  • 3100K-4500K: emite uma quantidade brilhante de luz branca; melhor para cozinhas, escritórios, espaços de trabalho e salões de beleza onde a iluminação de tarefas é necessária
  • 4600K-6500K: emite uma quantidade brilhante de luz azul-branca, semelhante à luz do dia; melhor para áreas de exibição e ambientes de trabalho onde é necessária uma iluminação muito brilhante
  • 6500K e superior: emite um tom de luz azulado brilhante, frequentemente encontrado em locais comerciais; melhor para iluminação de tarefa brilhante

Como você pode ver, a escala de temperatura de cor é extremamente importante na escolha de uma luminária. Cada local e ambiente requer diferentes tons de iluminação para melhor se adequar à atividade nesses espaços, e a cor errada pode afetar muito a produtividade dos trabalhadores ou a qualidade do trabalho. Para determinar a temperatura de cor necessária, considere o tipo de tarefas que serão concluídas nesse espaço ou o tipo de sentimento que você deseja transmitir.

Temperatura de cor aplicada

A temperatura de cor de uma fonte de luz em uma sala ou espaço específico pode ter um efeito dramático nas pessoas que usam essa iluminação específica, seja para realizar uma tarefa, relaxar ou aprender. Por esse motivo, é muito importante escolher a temperatura de cor certa para uma determinada aplicação.

Abaixo listamos 4 exemplos da diferença da temperatura de cor nos mesmos espaços:

  • Temperatura de cor em casa (cozinha) – Confira nosso guia para iluminação de cozinha
  • Temperatura de cor em restaurante
  • Temperatura de cor em escritório comercial
  • Temperatura de cor em um estoque industrial

Temperatura de cor para residência

Warm White (2700 K): Iluminação acolhedora, suave e descontraída. Enfatiza os vermelhos e os amarelos para criar um espaço de vida confortável!

Branco (3000 K): Iluminação dinâmica e uniforme. Crie uma luz neutra para um ambiente amigável e descontraído!

Cool White (4000 K): Iluminação radiante, limpa e estimulante. Projete um espaço perfeito para leitura com um visual moderno!

Temperatura de cor para restaurante

Ambiance Amber: Iluminação confortável e elegante. Crie uma atmosfera que tenha personalidade e charme!

Warm White (2700 K): Iluminação acolhedora e suave. Destaques vermelhos e amarelos para criar um espaço convidativo!

Branco (3000 K): Iluminação dinâmica e uniforme. Crie uma luz neutra para um ambiente amigável e descontraído!

Cool White (4000 K): Iluminação radiante, limpa e estimulante. Use esta luz nítida para criar um visual moderno!

Temperatura de cor na iluminação de escritórios

Warm White (2700 – 3000 K): Iluminação acolhedora e suave. Destaques vermelhos e amarelos para criar um espaço convidativo!

Branco (3500 K): Iluminação dinâmica e uniforme. Crie uma luz neutra para um ambiente equilibrado!

Cool White (4100 K): Iluminação radiante, limpa e estimulante. Ajuda a aumentar o contraste, perfeito para iluminação de tarefas e ambientes de trabalho!

Luz do dia (5000 K): Iluminação agradável e luminosa. Imita a luz solar para criar um ambiente estimulante e animado!

Temperatura de cor e iluminação industrial

Warm White (3000 K): Iluminação suave. Destaca os vermelhos e amarelos; é ideal para armazéns menores!

Branco (3500 K): Iluminação dinâmica e uniforme. Crie uma luz neutra para um ambiente equilibrado!

Cool White (4100 K): Iluminação radiante, limpa e estimulante. Ajuda a aumentar o contraste, perfeito para grandes armazéns!

Luz do dia (5000 K): Iluminação agradável e luminosa. Imita a luz solar para criar um ambiente estimulante e limpo!

A consistência é a chave

As discrepâncias de temperatura de cor são mais aparentes quando duas luzes de cores diferentes estão próximas uma da outra. Iluminação incompatível pode parecer incongruente. Portanto, seja qual for a sua escolha, tente manter a temperatura da cor consistente dentro de um espaço. 

A consistência pode ser problemática na vida de plano aberto, onde a cozinha e as áreas de estar estão na mesma sala. Uma cor mais fria como 4000K pode funcionar na cozinha, mas parece muito forte para o salão. Da mesma forma, uma cor quente como 2700K pode ser ótima para a sala de estar, mas não é prática o suficiente para trabalhar na cozinha. Nesse caso, a reunião no meio a 3000K é um bom compromisso e mantém a luz consistente em todo o espaço.

É provavelmente por isso que 3000K é a temperatura de cor mais vendida das lâmpadas LED, por exemplo. Sua versatilidade o torna uma escolha popular. Dito isto, não tenha medo de usar diferentes temperaturas de cor em salas separadas, se necessário.

Você também pode ter uma temperatura de cor para luzes de teto e outra para luminárias de piso e mesa. Isso permite alternar entre os dois modos de iluminação para diferentes ocasiões.

Use a temperatura conhecida

Identificar a temperatura de cor de uma lâmpada.

Em caso de dúvida, mantenha as temperaturas de cor com as quais você está familiarizado.

Se você estiver atualizando uma luz LED, pergunte a si mesmo: qual temperatura de cor você está substituindo? Você gosta do que tem? Se sim, então não há mal em simplesmente continuar com a temperatura que já está usando.

DICA: Verifique as letras pequenas nas lâmpadas ou tubos que você já possui para ver a temperatura de cor. A temperatura de cor geralmente é escrita na parte de trás da lâmpada.

Mudanças bruscas podem gerar desconforto. Essa é a diferença entre trocas de iluminação de forma caseira e projetos de iluminação projetado por um engenheiro ou com o olhar de um arquiteto ou designer de interiores.

A maioria das lâmpadas e luminárias LED já possui opções de temperatura de cor que combinam com globos antigos. Não se preocupe se você não conseguir encontrar uma correspondência exata – perto o suficiente deve ser bom o suficiente.

Perguntas relacionadas

O que significa temperatura de cor?

A temperatura da cor é medida na escala Kelvin. Quanto menor o número da temperatura, mais quente ou mais amarela será a luz. Quanto maior o número, mais fria ou mais azul será a luz.

Por que a temperatura de cor é importante?

A temperatura é extremamente importante porque se você não combinar a temperatura com a sala, provavelmente terá uma iluminação horrível. A iluminação também pode ser irritante ou desagradável se você estiver usando a temperatura errada. Se a temperatura não estiver correta, pode ser desconfortável sentar na sala.

Qual temperatura de cor é melhor para seus olhos?

Durante o dia, as temperaturas com os números mais altos em torno de 5500 são melhores para os olhos. À noite, as temperaturas mais baixas perto de 3000 são melhores para os seus olhos.

Qual temperatura de cor é melhor para uma cozinha?

A melhor faixa de temperatura de cor para uma cozinha é 3500-4500, mas varia de acordo com a sua cozinha. Recomendamos testar as várias cores em sua cozinha para ver qual funciona melhor para você.

Qual temperatura de cor é melhor para um banheiro?

As temperaturas de cor do banheiro precisam ser um pouco mais altas e mais frias. Uma temperatura de 4500 funciona melhor para o banheiro. Enquanto isso, a luz do seu chuveiro pode precisar ser um pouco mais quente.Iluminação para banheiro: dicas para não errar!

Que temperatura de cor é a luz do dia?

Uma temperatura de 4500 é normalmente referida como “luz do dia”. É uma das temperaturas de luz mais frias.

Qual temperatura de cor é melhor para iluminação externa?

A cor da iluminação externa realmente depende do que você está tentando iluminar. Se você estiver iluminando seu paisagismo, uma temperatura de 3000-4000 é apropriada. Se você estiver iluminando o lado externo de sua casa, precisará ir um pouco mais frio para a faixa de 5000.

Quem inventou a escala de temperatura de cor Kelvin?

Foi inventado por Lord Kelvin em 1848 em Belfast Irlanda. Ele era um físico matemático e engenheiro.

Autor deste artigo

Empresa multinacional brasileira de venda e distribuição de Materiais Elétricos, Equipamento de Segurança, Infraestrutura de Rede, CFTV, Serviços Industriais, Automação e Iluminação que atende em todo o Brasil.
Leia também
Iluminação

Slim Perform da Philips: Tecnologia, Conectividade e Economia para o seu Negócio

Iluminação

Conheça as Principais Soluções para Melhorar a Eficiência Energética em Indústrias

AutomaçãoIluminação

Automação residencial para o varejo: o que muda com a retomada do público?

IluminaçãoIluminação residencial

O que é uma arandela e como usá-la na decoração?