Material elétrico

Conheça os principais riscos e cuidados com instalações elétricas

Todos os dias centenas de pessoas morrem em decorrência de acidentes elétricos como incêndios e choques. As causas vão de simples descuidos até instalações elétricas mal feitas ou que necessitavam de reparos. 

Muitas vezes isto acontece porque, na busca pelo preço mais baixo possível, as pessoas acabam utilizando produtos de marcas sem procedência, geralmente em desacordo com as normas técnicas e que não passaram por rigorosos processos de qualidade e inspeção.

O resultado é que estas instalações elétricas podem causar acidentes e colocar em risco a vida de pessoas em residências, comércios e indústrias. Por isso, é importante que os consumidores estejam atentos no momento de escolher produtos de qualidade e manter a manutenção elétrica sempre em dia.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura! No blog de hoje, vamos falar sobre os riscos do descuido com instalações elétricas e como evitar acidentes em casa ou em comércios. Confira!

Os riscos de acidentes de origem elétrica

Segundo dados da Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), o Brasil contabilizou 1.579 acidentes envolvendo eletricidade em 2021. Desses, 898 foram decorrentes de acidentes com choque elétrico e 674 foram fatais.

Já os incêndios por sobrecarga de energia somaram 636 casos e 46 mortes no último ano. Grande parte destes casos fatais são de crianças e idosos, por não possuírem a mesma capacidade de decisão e locomoção de um adulto no momento de um incêndio.

Por fim, os acidentes ocasionados por descargas atmosféricas somaram 50 casos em 2021, com 40 vítimas fatais.

Os números totais, quando comparados aos de 2020, apresentaram uma leve queda. Porém, só poderemos realmente comemorar esta redução se os índices continuarem baixando ao longo de 2022.

Números que também caíram, quando comparados ao mesmo período de 2020, foram os de ocorrências de choques elétricos, principalmente em residências.

Em contrapartida, o número de incêndios causados por sobrecarga de energia aumentou. As principais causas desses eventos são o uso de materiais elétricos de má qualidade e fios e cabos elétricos sem manutenção.

A importância do cuidado com as instalações elétricas

Com o passar do tempo, os fios e cabos das instalações elétricas vão se deteriorando cada vez mais. Acredite: não é porque eles estão “protegidos” pelas paredes que não precisam de manutenção.

Existe um consenso que é necessário uma revisão da instalação elétrica de um imóvel com um profissional especializado e capacitado pelo menos uma vez a cada cinco anos. 

Além disso, o momento de comprar os materiais elétricos também merece uma atenção especial para que os consumidores não caiam em armadilhas. Afinal, no mercado existem todo tipo de fios e cabos elétricos de boa e má procedência.

Embora possa ser tentador optar pela solução mais econômica, esta economia pode representar um grande risco e prejuízo no futuro. Por isso, o ideal é procurar uma opção mais duradoura, que ofereça a melhor condutividade e que resista às tecnologias dos aparelhos modernos.

Um condutor elétrico incorreto, irregular ou desbitolado, por exemplo, pode causar superaquecimento dos fios, resultando em um incêndio. Por outro lado, fios e cabos de cobre são ótimas opções para instalações elétricas devido à sua alta condutividade.

Acima de tudo, na hora de comprar um produto, sempre verifique se ele possui o selo INMETRO. Esta é uma garantia que ele passou por testes e é realmente confiável e de boa qualidade.

Expor uma pessoa ao perigo de vida ou saúde é crime!

Você sabia que fabricantes de produtos fora das normas que expõem ao perigo a vida ou saúde de outras pessoas podem sofrer penalizações judiciais?

Se for constatado que o fornecedor do material elétrico em desacordo ocasionou danos a algum indivíduo, como acidentes com choques elétricos ou incêndios decorrentes de sobrecarga de energia, ele pode ser preso e acusado criminalmente.

De acordo com o artigo 132 do Código Penal brasileiro, a pena para estes casos varia de três meses a um ano se o fato não constituir crime mais grave e pode ser aumentada se for constatado crime grave.

Segundo um estudo da Qualifio (Associação Brasileira pela Qualidade dos Fios e Cabos Elétricos), em 2021, de 608 amostras de fios e cabos coletadas e ensaiadas, mais de 70% estavam fora dos padrões exigidos de qualidade.

Outro dado coletado foi o de resistência elétrica das amostras. Os resultados demonstraram que, em média, 36% delas se encontravam com a resistência elétrica acima do especificado. Isso demonstra que esses produtos possuem, no mínimo, 30% a menos de cobre, o que pode causar problemas graves como aquecimento, curto-circuitos e choque elétricos.

Por isso, tenha certeza de escolher produtos confiáveis e de qualidade na hora de fazer ou revisar suas instalações elétricas. E, para isso, conte com a Dimensional!

Em nosso portfólio, possuímos materiais elétricos da mais alta qualidade, produzidos pelos melhores fabricantes do mercado, com um preço justo e uma equipe técnica altamente capacitada para indicar os melhores produtos para a sua casa ou negócio.

Conheça nossa loja on-line, encontre os produtos que necessita para sua instalação elétrica e receba em casa em qualquer lugar do Brasil!

Autor deste artigo

Empresa multinacional brasileira de venda e distribuição de Materiais Elétricos, Equipamento de Segurança, Infraestrutura de Rede, CFTV, Serviços Industriais, Automação e Iluminação que atende em todo o Brasil.
Leia também
Material elétrico

Instalação Elétrica: Qual a Importância de Utilizar Emendas e Terminações de Qualidade?

Fios elétricosMaterial elétrico

Qual a importância dos fios e cabos nas instalações elétricas?

IluminaçãoMaterial elétrico

Como escolher a iluminação correta para sala de estar?

IluminaçãoIluminação residencialMaterial elétrico

Ideias de iluminação para apartamento pequeno